menu
       
   

Siga-nos no

PICASSO & LUMP - A HISTÓRIA DO CÃO QUE COMEU UM PICASSO

Melhor preço
na Feira Virtual
Autor: DUNCAN, David Douglas
Género: Três Sinais
Ano de Edição: 2007
Formato: 17x24cm
Nº de Páginas: 102
Peso: 523g
ISBN: 978-989-8014-50-4
Em Stock

P.V.P.: 22,00€

Preço G&P: 19,80€

-10%

* Portes de envio grátis para Portugal Continental e Ilhas
 Qt.
UP DOWN

ESTA HISTÓRIA JUBILOSA ACERCA DO ARTISTA E DO SEU CÃO, AQUI CONTADA PELA PRIMEIRA VEZ, PROPORCIONA UMA IMAGEM SENSÍVEL E INVULGAR DE PICASSO.

Numa manhã de Primavera de 1957, David Douglas Duncan, o veterano fotojornalista, fez uma visita a Pablo Picasso, seu amigo e frequente objecto fotográfico, na casa do artista, perto de Cannes. Como co-piloto ao lado de Duncan, no seu Mercedes Gullwing 300 SL, encontrava-se o dachshund de estimação do fotógrafo: Lump. Fotógrafo e cachorro eram companheiros próximos, mas o estilo de vida nómada de Duncan e o seu outro cão – um gigante e ciumento galgo afegão que havia tiranizado Lump – tornavam difícil a vida deste em Roma. Quando, naquele dia mágico, chegaram a Villa La Californie, a propriedade de Picasso, Lump considerou que tinha encontrado o paraíso na terra e que iria mudar-se para lá, juntando-se a Picasso, quer fosse bem-vindo quer não. Em alemão, país onde nasceu, Lump significa "pequeno malandro".

Lump foi imortalizado num retrato de Picasso pintado num prato no mesmo dia em que se conheceram – mas isso seria apenas o início. Na explosão que deu origem às quarenta e cinco pinturas inspiradas na obra-prima de Velásquez, Las Meninas, Picasso substituiu o impassível cão de caça que está em primeiro plano por representações jocosas de Lump. Hoje em dia, e como presentes do artista para aquela que foi a sua cidade da juventude, todas estas telas resplandecentes são a atracção principal em exibição no Museu Picasso de Barcelona. Destes quadros, cerca de catorze são aqui reproduzidos a cores, justapostos às dramáticas e íntimas fotografias a preto e branco de Picasso e Lump, tiradas por Duncan, encerrando o ciclo da odisseia de um solitário dachshund, que encontrou o seu caminho num Mercedes 300 SL, para se transformar no peludo e ultra-esticado animal de estimação icónico da arte do século XX.

voltar  Voltar